Poemas e Prosas: Maio 2016

quinta-feira, 26 de maio de 2016

BARULHO

BARULHO
DE FERREIRA GULLAR

Todo poema é feito de ar
apenas:  
              a mão do poeta
              não rasga a madeira
              não fere
                            o metal
                            a pedra
              não tinge de azul
              os dedos
              quando escreve manhã
              ou brisa
              ou blusa
                            de mulher.
O poema 
é sem matéria palpável
             tudo
             o que há nele
             é barulho
                             quando rumoreja
                             ao sopro da leitura.


segunda-feira, 23 de maio de 2016

O TREM Nº2

O TREM Nº2
DE WESLEY COELHO

Passa o trem com multidões que
com a força de seus trabalhos (seus corpos)
o sustento de suas famílias mantém.
Passa o trem de madrugada.
Passa o trem cheio de gente
complexa em si.
Passa o trem levado consigo a 
economia da nação.
Passa o trem longínquo de seu fim.
Lá vem o trem pegar mais corpos. 


quarta-feira, 18 de maio de 2016

FILHOS, FAÇAM O BEM

FILHOS, FAÇAM O BEM
DE WESLEY COELHO

Filhos, façam o bem.
Façam o amor chegar
Aos olhos dos grandes.
Permitam que a caridade venha
aos fracos e pequenos.
Minha esperança é levar a paz.

sábado, 14 de maio de 2016

ARTE DE ZEZINHO

ARTE DE ZEZINHO
DE WESLEY COELHO

Zezinho que fez arte.
Fez arte de criança,
fez brincadeira travessa.
Zezinho cuidado com amiguinhos.
Não vá jogar lama!
Já jogou. Mas que menino levado!

quarta-feira, 11 de maio de 2016

AFORISMO 105

 O viver histórico tem uma complexidade em termos de compreensão da existência, porém, não é possível dissecá-las no seu interior historicista.

Wesley Coelho

segunda-feira, 2 de maio de 2016

CRUZ E SOUZA

CRUZ E SOUZA
DE WESLEY COELHO

Na cruz negra de poemas e poemas.
Na finda vida curta que vieste aqui,
fez da Poesia em seu tempo um simbolo.
Souza de Souza do seu ex-senhor,
fez-se Cruz e Souza homem poeta de cor magnífica.
Homem que de pobre no bolso era rico em Poesia.
Vai-te em paz (se já não foi) e leve contigo o violão
que eternizastes.

domingo, 1 de maio de 2016

O MENINO QUE SE FOI NA AVENIDA

O MENINO QUE SE FOI NA AVENIDA
DE WESLEY COELHO

Na avenida Brasil morreu
uma criança.
Morreu com a esperança de ser
adulto, mas não deu para realizar
tal feito.
Era tarde para pensar em ser adulto.
Agora só choro, porém vivo estará
nos corações de cada ente que o viu viver
em sua pouca idade.
Menino que se foi na avenida.
Menino que se foi sem deixar mensagem ultima.
Que pena. que pena o poeta sente.